#segundasemcarne Receitinha delicia de Bolo de Chocolate

Genteee,

Essa receita vale a pena anotar no caderninho e sempre ter. É muito gostoso :)

Ingredientes:

MASSA

1 copo americano de farinha de arroz integral
1/2 copo americano de farinha de trigo serraceno 
1 colher de sopa rasa de polvilho doce
1 colher de sopa de farinha de semente de uva(pode usar outra)
1 colher de sopa de farinha de linhaça dourada 
2 colheres de sopa cheias de cacau em pó puro 
Uma pitada de sal 
1 colher de chá de bicarbonato de sódio 
2 colheres de sopa de açúcar demerara( no final experiente a massa, se achar necessário adoce mais com: stevia ou algum outro adoçante natural ou melado)


LÍQUIDOS: 
1 1/2 copo americano de água ou leite vegetal (coloque aos poucos, a quantidade necessária para a massa ficar homogênea)
1/2 copo americano de óleo de coco 
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de chá de vinagre de maçã

 RECHEIO:
1 banana
1/2 copo americano de água 
Canela a gosto

COBERTURA:
1 copo americano de água ou leite vegetal (se quiser mais cobertura coloque a mais)
3 colheres de sopa de açúcar demerara 
2 colheres de cacau em pó


MODO DE PREPARO
MASSA: preaqueca o forno 180graus. Use uma forma de silicone ou unte outra com óleo de coco e cacau. Use uma forma média ou pequena. Misture bem os ingredientes secos e dps adicione os líquidos juntos de uma vez. Mexa até ficar homogênea(pouco tempo). Asse por 20min ou mais, depende do forno, fique de olho, espete o garfo no bolo e se sair limpo está pronto).
RECHEIO: misture a água e a canela no fogo baixo até ficar cremoso. Corte o bolo na metade dps de pronto p/ rechea-lo. 
COBERTURA: Misture tudo no fogo médio, mecha de vez em quanto até ficar cremoso. Coloque a cobertura em cima do bolo, enfeite como quiser e seja muito feliz. Eu usei amêndoas laminadas e cacau nibs.

Receita da #segundasemcarne

Receitinha Delish segunda sem carne: Sorvete de Côco

sorvete_de_coco

Genteeeee,

Páraa tudooo. Fiz esse sorvete dos Deuses Gregos de matar as bichas. Por ser rico em gordura do coco é ótimo para o inverno porque esquenta o corpinho. Nada de gorduras hidrogenadas. Você pode comer junto com uma calda de chocolate. hmmm.

Ingredientes

– 400ml de leite de coco concentrado ou duas garrafinhas de leite de coco de mercado

– 2 caixas de creme de leite de coco (difícil achar mas eu usei Isolabio e tem no Angeloni)

–  1 x açúcar do coco

– resíduo do leite de coco ou chocolate picado 80% cacau ou coco fresco em lascas

 

Bata no liqui tudo,  menos os flocos de coco ou resíduo ou chocolate picado. Leve para gelar por 4h no freezer. Bata novamente e adicione o resíduo ou o chocolate (sorvete de flocos), ou o coco em lascas. Volte para o freezer e após frozen sirva com calda de chocolate.

Morriiiiiiiiiii peeoples.

Ficou de matar.

bjosssssssssssssss

Receitinha: Falafel assado #segundasemcarne

Oi geeeente,

Vamos de receitinha hoje? Obaaaa…

Anota aí.

Falafel Assado

falafael5-300x199

Ingredientes:
2 xícaras de grão de bico (1 x cozido / 1 x cru de molho de um dia para o outro)
1 dentes de alho
1/2 cebola picada
salsinha e folhas de hortelã
sal e cominho a gosto
pimenta síria (reino com canela)
2 col sopa rasa de farinha de linhaça ou até dar o ponto para enrolar bolinha firme.

azeite de oliva para untar ou papel manteiga.

 

Como fazer

Primeiro ligue o forno e unte a forma. Reserve. Processe o grão de bico até pequenos pedaços. Acrescente o restante dos ingredientes e bata até dar o ponto de massa que dê para enrolar. Disponha na forma e asse em forno médio por até 30 min. Ou até que fiquem dourados. Sirva com patê de hortelã, chutney de frutas ou pasta de tofu e alho. Deliciaaaaaa… Enjoy. #segundasemcarne #receitasfaceis #receitaspraticas #blogdapaulaabrao

falafael4-300x199 falafael8-300x199 falafael5-300x199

 

Artigo e Receitinha #segundasemcarne

carne-vermelha-colesterol-gordura-20111222-size-598

 

Estudo mostra relação entre consumo de carne em excesso e câncer no fígado. Leiam que interessante a pauta que acabamos de receber gente!

por Leonardo Vieira

 

Embora a carne vermelha seja rica fonte de proteínas, vitaminas e minerais, cada vez mais pesquisas sugerem que o consumo excessivo é danoso para a saúde a longo prazo. Especialistas recomendam a ingestão de, no máximo, 70 gramas por dia, o equivalente a três fatias de presunto, uma costeleta de cordeiro ou duas fatias de rosbife. Agora, um estudo publicado na prestigiosa revista “Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)” parece ter encontrado o elo entre a carne e o câncer de fígado.

Os resultados da pesquisa, feita com ratos mas, segundo seus autores, potencialmente aplicável a humanos, sugerem que a carne vermelha libera a produção de anticorpos ao ser ingerida. São essas substâncias do sistema imunológico que elevam os riscos de câncer, ao manter o organismo do carnívoro excessivo em permanente estado “inflamatório”. A reação ocorre porque as carnes de boi, porco e cordeiro contêm um açúcar, chamado Neu5Gc, que não é produzido por nós, diferentemente do que ocorre com animais integralmente carnívoros. Entendidos como corpos estranhos por nosso sistema imunológico, são esses açúcares que acabam “combatidos”, provocando o estresse.

Os cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostraram que camundongos geneticamente modificados para não produzir Neu5Gc acabaram desenvolvendo tumores no fígado quando alimentados com açúcar.

De acordo com Ronaldo Silva, oncologista e sanitarista da rede Clínicas Oncológicas Integradas (COI), o grande mérito do estudo foi analisar os impactos da carne sobre um tipo de câncer não tão frequentemente associado a ela:

— Diversas pesquisas tentam provar associações, mas quase todas se concentraram no câncer de intestino. Esta é a primeira vez em mais de 40 anos que se tenta demonstrar o nexo entre carne vermelha e câncer de fígado. Isso, por si, já é um fato relevante.

 

115

NOVOS TESTES

O oncologista explica que o estudo ainda revela fragilidades que deverão ser debatidas e testadas no futuro:

— Primeiro, eles só utilizaram ratos, o que deixa em dúvida se o mesmo fenômeno ocorreria com humanos. Segundo, os ratos foram alimentados apenas com aquele açúcar, e nossa dieta é mais diversificada que isso.

 

E para finalizar nosso artigo da #segundasemcarne uma receitinha deliciosa para fazermos hoje de noite para jantar com a família. Vamos?

#vemjunto

 

Quibe de Abóbora com Nozes

quibe_aborora

Ingredientes:

1/2 abóbora cabotiá

1 xícara de chá de trigo fino

2 cebolas médias picadinhas

1/2 xícara de chá de salsinha picada bem fininha

2 pimentas bode amassadas (opcional)

1/2 xícara de chá de hortelã picada bem fininha

1 xícara de chá de nozes picadinhas

Raspas de meio limão taiti

Azeite de oliva extra virgem

Sal a gosto

Modo de preparo:

Antes de tudo é preciso hidratar o trigo. Coloque a xícara de trigo num bowl grande e acrescente 4 copos de água filtrada. Deixe descansar por no mínimo 3 horas. Descasque a abóbora e parta em gomos largos, leve para assar em forno quente, cobrindo a assadeira com papel alumínio, por cerca de cerca de 30 minutos. Retire do forno e amasse com o garfo. Escorra o trigo em uma peneira ou aperte bem com as mãos para escorrer todo o líquido. Misture a abóbora, o trigo, metade da cebola picadinha, a salsinha e a pimenta, até obter uma massa uniforme e alaranjada. Ajuste o sal e reserve. Para o recheio adicione um fio de azeite numa frigideira e acrescente o restante da cebola com uma pitada de sal. Deixe a cebola amolecer e junte as nozes, mexa e deixe dourar. Acrescente a hortelã picadinha e retire do fogo. Para montar unte um refratário com azeite, disponha metade da massa, acrescente o recheio espalhando por toda a massa e espalhe as raspinhas de limão sobre o recheio, depois cubra o restante da massa e faça um desenho quadriculado com o cabo da colher. Leve ao forno pré-aquecido 180 graus por uns 20 minutos ou até dourar levemente. Enjoyyyy :)

Segunda Sem Carne #entrenessa

Genteee,

 

Hoje é segunda sem carne e projetos como esse são super bem vindos. E não é só pelos animais não. É pelo planeta. :)

Viram a reportagem da Revista Exame sobre o consumo demasiado da carne? Ok ok se você aaaama um bife…  bele, o coma.. mas, modere. E eleja 1 dia da semana para não come-lo.

O bife suculento de hoje é o desastre climático de amanhã. Em um primeiro momento, a afirmação pode soar estranha. Mas tem explicação. Nosso apetite voraz por carne e seus derivados tem se revelado um dos vilões do aquecimento global.

Segundo um novo estudo produzido pelo thinktank britânico Chatham House, a pecuária emite mais gases de efeito estufa que todos os tipos de transportes juntos.

Sozinha, a atividade responde por quase 15% das emissões mundiais, volume superior às emissões nacionais da maior economia do globo, os Estados Unidos.

Conforme a pesquisa, mesmo que o mundo reduza a emissões de outros setores-chave, como a energia e o transporte, o aumento no consumo de carne pode pôr tudo a perder.

A procura por produtos animais cresce vertiginosamente.

Em 2050, o consumo de carne e lácteos deverá aumentar 76 por cento e 65 por cento, respectivamente, em relação ao consumo de 2005 a 2007.

Atualmente, os maiores consumidores de carne são a China, a União Europeia, os Estados Unidos e o Brasil. Grandes consumidores de produtos lácteos incluem China, Índia, União Europeia e os Estados Unidos.

Lidar com essa crescente demanda por proteína animal é essencial para manter a mudança climática dentro dos “limites aceitáveis”.

 

boi

DO ARROTO DO BOI AO BIFE SUCULENTO

Mas afinal, como a criação de gado ajuda a “esquentar” o planeta?  Através da liberação de gases perigosos na atmosfera.

O setor pecuário é o grande responsável pela emissão de metano, um gás de efeito estufa com potencial de aquecimento 25 vezes maior que o dióxido de carbono (CO2).

A fermentação entérica, como é chamada a digestão de materiais orgânicos pelos ruminantes, libera metano pela flatulência e arrotos de animais, como vacas, cabras e ovelhas.

No Brasil, a agropecuária foi responsável por 26,6% das emissões totais de gases efeito estufa em 2013, segundo dados do Observatório do Clima. A fermentação entérica é responsável por mais da metade disso (56,4%)

Além disso, o estrume que é depositado no solo das pastagens contribui para as emissões globais de óxido nitroso (N2O), outro potente gás que contribui para o aquecimento global.

Soma-se a isso o fator desmatamento. Quando as florestas são derrubadas para dar lugar a pastos, ou são degradadas pela expansão de áreas de cultivo agrícola, que servem à produção de ração animal, toneladas de dióxido de carbono também são liberadas na atmosfera.

POLÍTICA DA CARNE

O problema, no entanto, é que os governos têm sido notoriamente cautelosos para abordar a relação dos hábitos de consumo das pessoas de forma geral. Grosso modo, eles evitam se intrometer naquilo que comemos. Pelo menos, é o que os autores do relatório disseram ao jornal britânico The Guardian.

“Muita coisa está sendo feita sobre o desmatamento e o transporte, mas há uma enorme lacuna no setor pecuário. Há uma profunda relutância de se envolver por causa da crença comum de que não cabe aos governos ou a sociedade civil se intrometer na vida das pessoas e dizer-lhes o que comer”, disse Rob, autor do relatório.

A pesquisa mostra que a falta de atenção dada ao assunto pelos governos contribui para uma significativa incompreensão por parte da população sobre as relações entre a pecuária e as mudanças climáticas. É o que o relatório chama de “gap de consciência”.

Segundo o Chatham House, o fraco conhecimento se traduz em uma falta de vontade de mudar o comportamento e, consequentemente, de reduzir as emissões.

 

carne01

NÃO PRECISA RADICALIZAR

Quer dizer então que todo mundo precisa abdicar dos prazeres da carne? Calma lá.

O relatório do Chatham House sugere que simplesmente mudar os padrões de consumo para comer o que a maioria dos nutricionistas recomendam, ou seja, comer uma quantidade razoável de carne como parte de uma dieta equilibrada, já seria suficiente para garantir o equilíbrio ambiental.

Portanto, não se trata de renunciar à carne, mas de reduzir seu consumo, a começar em países conhecidos pelo apetite voraz. Nos Estados Unidos, por exemplo, cada pessoa consome, em média, 160 quilos de carne em um ano.

Isso dá quase meio quilo de carne por dia, sendo que, para suprir as necessidades nutricionais da maior parte dos indivíduos, recomenda-se entre 100 e 120 gramas, em média.

Segundo um estudo, publicado no periódico científico Proceedings of the National Academy of Sciences, 60% das terras agrícolas do mundo são usadas para a produção de carne bovina e para o cultivo de grãos que servem de ração para os animais.

É o excesso que pesa no orçamento planetário.

Que tal mais conscientização e eleja 1 dia da sua semana para comer só legumes, verduras e frutas.

Ahhh, vou montar um post sobre quais vegetais são ricos em proteína para vocês pararem com essa folia :)

#segundasemcarne #entrenessa #vemjunto Por um Planeta mais sustentável :)

Fonte: Exame

Receitinha: Berinjelas Grelhadas

Heyyy,

Receitinha delicia para o #segundasemcarne

Anota ai. Essa mesma receita poderá ser feita também com abobrinha. Fica top.

 

berinjelas-grelhadas-com-molho-de-tomate-2-300x168

 

Ingredientes:

Para as berinjelas

2 berinjelas cortada em rodelas finas

Sal e pimenta a gosto

Azeite para grelhar

 

Para o molho de tomate

1 kg de tomate-italiano maduro

150 ml de azeite

1/2 maço de manjericão de folhas largas (basílico)

5 dentes de alho grandes

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo:

Berinjelas

Corte as berinjelas em fatias e distribua em uma peneira grande ou escorredor. Feito isso, salpique sal sobre as fatias e deixe descansar por aproximadamente 6 minutos. Enxague em água corrente e seque com papel toalha (se preferir, passe na farinha de trigo para grelhar). Tempere com sal e pimenta. Aqueça uma frigideira grande, acrescente um fio de azeite, disponha as rodelas de berinjela e doure dos dois lados. Quando estiverem prontas transfira para um papel absorvente. Para servir, posicione no prato em forma de leque e cubra com um pouco de molho de tomate.

Molho de tomate

Retire a pele e as sementes dos tomates e corte-os em cubinhos. Numa frigideira aquecida acrescente o azeite, em seguida o alho, deixe dourar um pouco e adicione os tomates. Cozinhe em fogo alto por 2 minutos e adicione o manjericão picado. Acerte o sal e a pimenta. Retire do fogo antes de ferver. Deixe descansar um pouco para pegar gosto.

Fonte: Cantinho Vegetariano

Receitinha: Pudim de Manga e Chia

Pára tudo genteee… Bolando uma receitinha para enviar para vocês sem origem animal da nossa segundona sem carne me deparo com o site: Gordelicias. hmmmm. rsrs

Amei essa receita. Fiz e MEGA aprovado. Faz no seu lanchinho da tarde :) hmmmmm.

mangachia_gordelicias1-e1411612533605

mangachia_gordelicias3-e1411612576584

Ingredientes

  • 2 xícaras de leite de amêndoa caseiro ou Jasmine.  (Já postei a receita do leite : http://blog.paulaabrao.com.br/2013/11/27/receitinha-leite-de-amendoas/)
  • 1/2 xícara + 2 colheres de sopa de chia
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 3 colheres de sopa de melado de cana [ou agave ]
  • 1/2 colher de chá de canela em pó
  • Uma pitada de cardamomo em pó
  • 1 manga madura grande [ou 2 pequenas] maduraaaaa  (qto mais madura mais doce)

Como Preparar:

  1. Em uma tigela, misture o leite de amêndoas, a chia, a baunilha, a canela, 2 colheres de sopa de melado e a pitada de cardamomo. Misture bem, de preferência usando um fouet. Você vai perceber que o leite de amêndoas vai engrossando rapidamente, sem cozinhar nem nada. Guarde na geladeira por cerca de 8 horas.
  2. Descasque e corte a manga em pedaços que possam ser facilmente processados. Processe a manga e 1 colher de sopa de melado até que obtenha um creme espesso.
  3. Monte sua sobremesa em potinhos, começando com um pouquinho de creme de manga depois pudim e finalizando com creme de manga. Se quiser, ainda pode fazer uma graça enfeitando os potinhos com um pouquinho de granola caseira ou nozes picadas.

Esta receita rende 4 porções. Olhe que fofo quando servida em potinhos transparentes, né?

IMG_2024

O aspecto da chia fica assim parecendo um gel grosso.

 

#fazqueébompradedeu :)

Falta de água pode levar humanidade ao vegetarianismo

Olá genteeee,

Hoje na segunda sem carne encontramos esse artigo muito importante sobre o consumo da carne. Após um estudo muito bem encabeçado o resultado foi que a ingestão de proteína animal precisa diminuir.

Importantes cientistas que estudam questões relacionadas à água fizeram um grave alerta sobre a produção mundial de alimentos, afirmando que a população global pode ter de mudar para uma dieta quase completamente vegetariana nos proximos 40 anos, a fim de evitar uma escassez catastrófica.

Os humanos consomem cerca de 20% de suas proteínas de produtos baseados em animais, mas isto poderá ter de cair para 5% para alimentar mais 2 bilhões de pessoas que deverão estar no planeta até 2050, de acordo com uma nova pesquisa.

“Não haverá água o bastante na agricultura atual para produzir comida a uma população de 9 bilhões em 2050, se seguirmos tendências correntes e mudanças em direção a dietas comuns em nações ocidentais,” afirma o relatório produzido por Malik Falkenmark e colegas do Instituto Internacional de Água de Estocolmo.

O alarme sobre a escassez de água e seus efeitos na limitação da produção de alimentos é feito em um momento em que Oxfam e ONU se preparam para uma possível segunda crise global em cinco anos. Os preços de alimentos básicos como milho e trigo subiram quase 50% nos mercados internacionais desde junho, como resultado de secas severas nos EUA e Rússia, e fracas chuvas de monções na Ásia. Mais de 18 milhões de pessoas já enfrentam uma crítica escassez na região do Sahel.

A Oxfam previu que os aumentos de preços terão impacto devastador sobre países em desenvolvimento com forte dependência de importações de alimentos, incluindo partes da América Latina, norte da África e Oriente Médio.

A adoção de uma dieta vegetariana é uma opção de aumentar a quantidade de água disponível para a plantação de mais comida em um mundo de clima cada vez mais errático, dizem os cientistas. Os alimentos ricos em proteína animal consomem de 5 a 10 vezes mais água que uma dieta vegetariana. Um terço da terra agricultável do mundo é usada para colheitas que servem à alimentação de animais. Outras opções para alimentar as pessoas incluem a eliminação do desperdício e um aumento do comércio entre países com excedentes de alimentos e aqueles com deficit.

“Novecentas milhões de pessoas já passam fome e 2 bilhões são subnutridas, apesar de que a produção de alimentos per capita continua a aumentar,” afirmam. “Com 70% de toda a água disponível sendo usada na agricultura, haverá muita pressão sobre terras e água para alimentar mais 2 bilhões.”

O relatório está sendo divulgado no começo da conferência mundial sobre a água, em Estocolmo, onde 2.500 políticos, organizações da ONU, ONGs e pesquisadores de 120 países se encontram para discutir problemas relacionados a este recurso.

Se você optar em apenas 1 dia da semana em não consumir NADA de origem animal você será uma pessoa que estará ajudando o meio ambiente para que não falte água para novas civilizações.

Confira as fontes que você pode evitar:

– leite de vaca / queijos / iogurtes / ovos / carne de boi / carne de porco / carne de todos os bichos / peixes e frutos do mar / manteiga, etc.

E você já preparou seu almoço vegetariano? hmmmm…

bjosssss :)

ervilha-torta frutas vermelhas ssc ssc1

Tropical Banana: dicas de alimentação para vegetarianos

Salada de frutas

O vegetarianismo é uma filosofia de vida que ganha cada vez mais  adeptos pelo mundo. Os vegetarianos (e suas vertentes) devem estar atentos ao  consumo adequado de vitaminas e minerais para a manutenção da saúde e da  nutrição.

 Segundo a nutricionista da Tropical Banana Eliza Scarpin, uma dieta  totalmente restrita a alimentos vegetais pode ser deficiente em alguns  nutrientes como ferro e vitaminas do complexo B. A vitamina B12, por exemplo, é  encontrada principalmente nas carnes, algas e levedo de cerveja. Os dois últimos  devem ser incluídos habitualmente na dieta vegetariana ou sob forma de  suplementação, indicada por nutricionista.

 Já o ferro é encontrado facilmente nos vegetais, como feijão,  ervilhas, lentilha, vegetais verdes escuros e beterraba. Lembrando que a falta,  tanto de ferro quanto de vitamina B12, levam à anemia.

Pensando neste público, a Tropical Banana indica alguns sucos que  auxiliam os vegetarianos a seguirem uma dieta equilibrada e sem deficiências  nutricionais. Uma ideia bacana é combinar alimentos ricos em ferro com alimentos  ricos em vitamina C para aumentar a ingestão e absorção deste nutriente, explica  Eliza. A Tropical Banana oferece alguns sucos que são indicados para  vegetarianos: Lobo Guará (laranja, cenoura e beterraba), Papagaio (laranja,  couve e cenoura), Jabuti (laranja, acerola, limão e gengibre), entre outros que  podem ser montados a pedido do cliente, sendo 2 frutas com uma base (água,  laranja ou caldo de cana) como por exemplo: caldo de cana, morango e beterraba,  combinação rica em vitamina C e ferro.

Pode-se também, para os sucos especiais feitos com leite, trocar este  líquido por água, suco de laranja ou caldo de cana, como nas seguintes opções:  Jararaca (morango, cupuaçu e leite), Arara Vermelha (morango, amora, framboesa,  mirtilo e leite), Jacaré (mamão, banana, maçã e leite), Bicho preguiça  (maracujá, morango e leite), Quati (açaí, banana, xarope de guaraná e leite).  Todos muito ricos em vitaminas e minerais.

 Além das bebidas, para sobremesa ou lanche, a rede de alimentação  saudável indica a salada de frutas, que é mais uma opção que o vegetariano tem  para complementar suas necessidades nutricionais.

 Para  suprir as necessidades de proteínas, existem vários vegetais bem completos em  proteínas como a quinoa, chia, lentilha, grão de bico, feijão preto, arroz  integral, extrato de soja, entre vários outros. O mais proteico deles é a soja,  seguido da quinoa. Lembrando  que é importante que o vegetariano siga um plano alimentar prescrito por um  nutricionista, que sabe indicar os alimentos e quantidades certas para cada  necessidade.

Aproveita que amanhã é segunda sem carne e faz uma visitinha no Tropical Banana conhecer as delicias da rede. Hmmmm…

Serviço:

Para mais informações acesse o site da Tropical Banana: www.tropicalbanana.com.br ou curta a  página no Facebook: https://www.facebook.com/TropicalBananaBR

Receitinha: Ervilha Torta no Shoyu

Oláa,

Essa receitinha estava aqui para postar ontem (segunda sem carne) masssss, acabei que esqueci . hi hi hi. Me desculpem queridos. Segue a receitinha da ervilha torta delicinha.

ervilha-torta-ao-shoyu

Ingredientes
350 g de ervilha-torta

1/2 cebola picada

1 colher (sopa) de shoyu (prefira os orgânicos)

1 fio de azeite

Sal a gosto (se necessário porque shoyu é salgado)
Preparo

Primeiro limpe a ervilha tirando o cabinho e a fibra que a contorna. Lave bem as ervilhas e corte em pedaços de mais ou menos 3 cm. Numa panela coloque o azeite e frite a cebola. Junte a ervilha-torta molhada – essa água vai ajudar no cozimento, se necessário, acrescente mais um pouquinho. Cozinhe em fogo médio por cerca de 5 minutos. Junte o shoyu e cozinhe por mais 3 minutos. Sirva em seguida.
Dica – Cuidado com o sal, pois o shoyu já é bem salgado, seja qual for o prato que peça shoyu, sempre prove antes de colocar o sal.
Receita do Cantinho Vegetariano
ervilha-torta ervilha torta
A ervilha torta é um dos alimentos ricos em antioxidantes e com potente ação anti-inflamatória. Os poli nutrientes deste vegetal são extremamente poderosos e incluem flavonoides, beta carotenos, Ômega 3 (em forma de  ácido alfa linoleico), Ômega 6.Dentre as vitaminas e minerais presentes na ervilha torta os principais são: vitamina k, manganês, vitamina C, fibras, vitamina A, vitamina B1, Vitamina B6, vitamina B3, ferro, zinco

Os benefícios para a saúde incluem:

– ação antioxidantes

– ação anti-inflamatória

– estabiliza os níveis de açúcar no sangue (prevenção de diabetes)

-prevenção de câncer de estômago

– prevenção de doenças cardiovasculares

Motivos não faltam para incluir ervilha torta na sua alimentação. A sua saúde vai agradecer!

Vai lá faz e depois me conta. :)